expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Tomate



Muito consumido na culinária brasileira e mundial. Usado em saladas, lanches, sucos e no preparo de molhos.

Seja na forma de molho, seja na forma cozida com azeite, temos dessa forma um melhor aproveitamento de seus nutrientes.

Quanto mais maduro o tomate maior sua concentração de nutrientes.

Os tipos mais consumidos no Brasil são: italiano, carmem, cereja, caqui e santa cruz.

Embora muitos considerem o tomate como sendo um legume, ele é um fruto.

Boa fonte das vitaminas A, B e C, e de sais minerais como Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio.

A vitamina A é indispensável para a normalidade da vista, mucosas e pele, auxilia o crescimento e evita infecções.

As vitaminas do complexo B ajudam na regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo, tonificam o músculo cardíaco, colaboram para a pele e para o crescimento.

A vitamina C, principal componente deste fruto, dá resistência aos vasos sanguíneos, vitalidade às gengivas, evita a fragilidade dos ossos e má formação dos dentes, contribuindo no combate a infecções e cicatrização de ferimentos.

O Fósforo tem numerosas funções críticas no organismo, está presente em todas as membranas celulares, integra a estrutura dos ossos e dentes, dando-lhes maior solidez; participa ativamente do metabolismo dos glicídios, atua na contração muscular, entre outras funções. 
 O corpo precisa do fósforo para equilibrar seu pH, que deve estar sempre constante, garantindo o sucesso das reações químicas responsáveis por manter todos os órgãos funcionando.

O ferro é fundamental para que diversas reações químicas no nosso corpo aconteçam. O oxigênio é fundamental para que o alimento possa ser transformado em energia. Ele faz parte das hemácias, e isso quer dizer que o transporte do oxigênio pode ficar comprometido na deficiência de ferro, pois a quantidade de células vermelhas presentes no sangue fica diminuída. 

O potássio é o terceiro mineral mais abundante no corpo humano, tendo um papel importante para o bom funcionamento de nossos músculos, além de ajudar o pâncreas a liberar a insulina. Importante também para manter a pressão arterial estável, pois a hipertensão arterial surge quando há muito sódio no organismo. Com o aumento de alimentos fonte de potássio, o organismo consegue evitar o desequilíbrio entre sódio e potássio, mantendo a pressão arterial estável.

O magnésio é um "macromineral", que significa que o organismo necessita em quantidades relativamente altas para se manter saudável. O corpo naturalmente não faz magnésio, por isso deve ser obtido através da nossa dieta. Todas as células do corpo precisam de magnésio e usá-lo para processar e regenerar energia. O magnésio é essencial para ajudar a transformar os alimentos que ingerimos em energia.

Portanto, o tomate é excelente fortalecedor do organismo, purificador do sangue, combate doenças do fígado, o desgaste mental, perturbações digestivas e pulmonares, sendo contra indicado para pessoas que sofram de fermentações gástricas e acidez no estômago.

O suco de tomate puro servido com salsa ajuda a dissolver cálculos renais e, na luta contra infecções em geral, exerce efeito antisséptico no corpo, neutralizando resíduos ácidos.

% VD
Valor energético
15.3kcal = 64kj
1%
Carboidratos
3,1g
1%
Proteínas
1,1g
1%
Fibra alimentar
1,2g
5%
Fibras solúveis
0,0g
-
Cálcio
6,9mg
1%
Vitamina C
21,2mg
47%
Piridoxina B6
0,0mg
0%
Fósforo
20,2mg
3%
Manganês
0,1mg
4%
Magnésio
10,5mg
4%
Lipídios
0,2g
-
Ferro
0,2mg
1%
Potássio
222,4mg
-
Cobre
0,0ug
0%
Zinco
0,1mg
1%
Tiamina B1
0,1mg
7%
Sódio
1,0mg
0%