expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Gengibre


É uma planta herbácea também conhecida em nosso país como mangarataia.

O seu caule subterrâneo é utilizado como especiaria na culinária e também na preparação de medicamentos.

Durante séculos tem  sido usado em toda a Ásia para tratar dores nas  articulações, resfriados e até mesmo indigestão.

Pode ser utilizado fresco, seco, em conserva ou cristalizado.

- fresco: usado em preparações culinárias ou de infusões.

- seco: é mais usado para compressas.

- em conserva: é utilizado também na culinária

- cristalizado com açúcar: é usado como confeito para irritações na garganta ou cristalizado no sal.

Devemos retirar a sua pele com o auxílio de uma faca.

É um alimento de baixo valor calórico, além de conter alguns minerais importantes (como magnésio e potássio) e vitaminas (folato e vitamina B6). O gingerol é uma das substâncias ativas presentes no gengibre com ações benéficas ao organismo: antioxidante, antifúngico, anti inflamatório, analgésico, antipirético, dentre outras.Esta substância também é conhecido por sua ação termogênica, auxiliando na perda de peso para quem procura emagrecer.

Por todas essas propriedades, o gengibre é indicado para programas de desintoxicação do organismo, pois ajuda no combate a proliferação de vírus e bactérias.

Muito utilizado para tratamentos de náuseas, vômito, dor de cabeça, congestão no peito, diarreia, dor de estômago e doenças nervosas, é sem dúvidas um excelente remédio. Atua ainda contra inflamação na garganta, asma e bronquite.

Seus óleos essenciais produzem calor, ativam a circulação e otimizam a queima calórica. 

Também possui uma ótima ação no sistema digestivo estimulando a secreção gástrica e com isso melhorando a digestão, alivia a constipação, cólicas, flatulências e distensão abdominal.


Porém, deve ser evitado em pessoas com pressão alta e a sua forma em pó pode causar azia em alguns indivíduos.

De resto, não há contra-indicações e o gengibre só tem a acrescentar em sua alimentação, mas não nos esqueçamos que todo alimento deve ser consumido com moderação.