expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

terça-feira, 7 de maio de 2013

Sal do Himalaia



Conhecido como “sal rosa”  devido a sua cor, este sal é colhido nos depósitos milenares de sal, quando o mar chegava às montanhas do Himalaia.
A cor vem dos índices elevados de minerais.
Diferentemente dos sais industrializados, são cristais recolhidos manualmente, sem sofrer nenhum tipo de refinamento.
Fonte natural de mais de 84 oligoelementos, que estimulam os mecanismos de hidratação, além de ativar a diferenciação celular e favorecer a produção de fatores naturais de hidratação da pele.
(Elemento químico que existe em quantidade muito reduzida num organismo, mas cuja presença é indispensável à vida 
#As vitaminas e numerosos metais [ferro,manganésio, boro, magnésio, cobalto, etc.] são oligoelementos). 
Ele salga diferente do sal marinho, já que todo sal adquire sabores e propriedades conforme o seu Terroir (lugar de origem como local, solo, pressão, clima e outras questões físicas e geológicas) que proporciona características e composição únicas. 
O Sal em questão vem mesmo do Himalaia e é colhido em depósitos milenares de sal que provém de vestígios de um enorme oceano pré-histórico. O que acontece é que devido a enorme pressão exercida ao formar-se a cordilheira do Himalaia durante milhões de anos este sal oferece muitas qualidades e propriedades orgânicas superiores ao sal comum, e com qualidades do local de sua origem. Contém nada mais nada menos que 84 elementos que compõem o nosso corpo humano, na proporção que as células do nosso organismo necessitam.

Você o encontra em lojas de produtos naturais pelo mundo afora ou supermercados especializados.

O sal de cristal do Himalaia, é um produto 100% natural. Sendo conhecido e utilizado desde muito tempo. Devido à altura e a baixa pressão de seus arredores, o sal do Himalaia é puro e livre de toxinas. Atualmente, é considerado um dos sais mais energéticos que já conhecemos.